quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Good action of the day




Eu acho os alemaes realmente um povo muito engracado: latinos para eles sao todos bipolares, quase beirando o borderline. Mas quando um alemao nao gosta de alguém, NADA faz ele mudar de idéia. É realmente aquela história do "santo nao bateu" - nao bateu, nao adianta nem tentar que ele vai olhar para o outro com cara de nojo e pronto - barraco montado. Temperamentais que só...

Aqui no trabalho chegou um estagiário novo essa semana. Ok, ele é meio playboy, ele é meio "eu já sei disso" (outra caracteristica tipicamente germanica - ele sempre acham que sabem de tudo. Sempre. Tudo. E nunca estao errados.), e isso desagradou alguns dos outros estagiários, que já nao foram com a cara dele. Comigo o cara pelo menos é um fofo - diminui a velocidade do alemao quando fala comigo (com os outros eu já desenvolvi uma pokerface de "sim, entendo tudo" que na verdade significa "nao to entendendo porra nenhuma, mas nao to afim de pedir para repetir"), pediu para eu ensinar algumas coisas em portugues e sempre pergunta como é no Brasil e etc. Mesmo assim, como alemao nao faz sala para gente que nao vai com a cara, já comecaram a nao chamar o cara para almocar junto com a gente, e sempre largam ele sozinho lá na mesa. :(

Ontem meu senso carioca-gentileza falou mais alto: na hora de almocar todo mundo comecou a ir, e ele lá, ficando sozinho. Mas agora era sozinho meeesmo. :( Deu um dó que só... (flashback para os meus tempos de escola: NINGUÉM dividia a porra do Mirabel comigo, só porque eu era o viadinho da turma. Altos traumas.). Voltei e chamei o cara para almocar comigo. Acabou sendo ótimo, porque falamos de vários assuntos mega interessantes, entendi tudo e o cara parece realmente ser gente boa. Melhor do que os almocos com os outros estagiários, onde eles ficavam o tempo todo falando das maravilhas do Iphone em relacao ao Blackberry... (Chato, chato, chato...)

Pois é... Voce sai do Rio, mas o Rio nao sai de voce. :) Ainda bem.

P.S.- Ok, ok... Sim, o cara é gato. Pegava FÁCIL. Mas será que isso diminui a quantidade de carma positivo acumulada pela minha boa acao? :(

4 comentários:

Daniel disse...

"NINGUÉM dividia a porra do Mirabel comigo, só porque eu era o viadinho da turma. Altos traumas"

HAHAHAHAHAHAHA

E eu era sempre o último a ser escolhido pra formar os times de futebol.

Fernando disse...

Nossa, como eu odiava aulas de educacao física. Sempre era o professor mais escroto, sempre garotos jogando futebol e garotas jogando os outros esportes mais interessantes. Um saco.

E olha que eu só era meio introvertido mesmo, nada no estilo " pintosa / Night Boys" nao (viu o novo Jae-Ho no blog do Celso?).

Daniel disse...

Já vi.
(e eu tb gostava mais de queimado do que de futebol)

Fernando disse...

Me vingava tanto no queimado - sempre tinha umas meninas homofóbicas que se juntavam com os playboys imbecis para me zoar. Na hora do queimado, aproveitava que tinha uma mira excelente, e mirava na cara de quem? :) Ainda fazia carinha de "Ai, doeu?".

he he he Eu me fodia, mas até que me divertia de vez em quando.