terça-feira, 17 de novembro de 2009

Meda: O que está acontecendo com Hamburgo?


Na sexta, fazendo um happy hour com amigos alemaes num bar gay friendly daqui, sou abordado por uma criatura que tinha me visto há milenios em um clube de Hamburgo com a seguinte pergunta "Posso fazer uma oferta e um pedido? Sai comigo para jantar, na segunda?". Na L-A-T-A, assim mesmo. Fernando com cara de choque. Fui pego tao de surpresa, mas tao de surpresa que a única reacao que eu consegui esbocar foi um "WIE BITTE?" (= Como assim?).

Mais tarde no Moondoo, parecia que Afrodite tinha baixado na concha de Boticelli por lá, girado o cabelo num drag queen move, e falado "Rodada de pocao do amor para todo mundo ae! Vamos beijar, galeeeeera!!!" - todo mundo suuuuuuuper animado. Lá pelo meio da noite, só sinto alguém pegando no meu braco, e falando no meu ouvido "I zhink you are SOO pretty!" e preparando "aquele abraco" para cima de mim - olho para trás, era um one night stand dos meus primórdios de Alemanha (quando eu ainda estava na fase primeira "I love Germany" - que foi seguida das fases "I hate Germany", "I hate Germany - The English didn't bomb here enough" e finalmente "I can stand Germany, because buses come on time there").

Ontem, estou voltando para casa feliz e contente ("Pela estrada afora eu vou bem sozinha, levar esses doces para a vovozinha..."), e enquanto passava em frente ao café gay que existe do lado da minha residencia estudantil, só escuto um sonoro "WOW... Lecker!" ("Uau, gostoso!").

E hoje, enquanto descia para a cantina daqui do escritório em busca do meu café sagrado de todos os dias, uma outra respeitável criatura lá embaixo acompanha a minha descida dando uma olhada, mas uma daquelas olhadas que eu quase que me desconcentro e desco o resto do caminho rolando escada abaixo - (gente, afinal é ambiente de trabalho, e vocacao para estagiário-piranha eu nao tenho nao... Bem... na verdade, depende do chefe, néam?).

O que tá acontecendo com essa cidade, meodeus? Tamos em Hamburgo: simpatia, clima de paquera e azaracao defintivamente nao é forte dos locais - afinal, eles nao devem ter nem vitamina E suficiente para se motivar a fazer isso! Isso nunca tinha acontecido antes nao... Andaram fazendo currywurst com base naquela receita do amor da Elvira e distrubuiram para a alemaozada toda?

(Bem, se continuar assim, nao sei se quero voltar para o Brasil nao... :D).

15 comentários:

Regis disse...

Que ótimo! Sex appeal em alta!
Pode ser o sol de Portugal que te deixou bronzeado para os padrões Germânicos.

E olha que até nos comentários do seu blog, foi elogiado por um anônimo.

Sorte!!

Leonardo disse...

simples meu caro, VOCÊ está mudando a cidade!

Daniel disse...

é a Lei de Murphy. Agora que você está a 2 meses de ir embora, você começa a causar na cidade.

Não conhecia o Lecker. Vou deixar guardado para algum dia.

Anônimo disse...

esse blog tá esquentando ultimamente, rsrsr, ta quase concorrendo com o UOMINI, rsrs...
Fernando, vc acha que consigo fazer um bate-e-volta para Hamburgo, estando em Berlin? depois q comecei a ler seu blog fiquei interessado em conhecer Hamburgo...alias, o norte da Europa me parece beeeeeeeeem mais interessante do que o sul.
take care buddie.

Fernando disse...

@Regis: Impossível. Tava mais sol em Lisboa do que em Hamburgo, MAS mesmo assim nada que chegasse na categoria nossa de mormaco. Apesar que também, se for utilizar os alemaes como base de comparacao, sempre me acho praticamente saído da praia.

Fernando disse...

@Leonardo: Maybe, maybe...

Fernando disse...

@Daniel: Exatamente. E agora só falta conhecer o amor da minha vida, e protagonizar uma daquelas cenas de "Nao, eu nao QUERO IR PARA O BRASIIIIL!" no aeroporto. ;)

E nao faltam 2 meses para eu voltar para o Brasil. Falta 1 mes e 20 e poucos dias. :( Entrando em mini panico por isso.

Fernando disse...

@Anonimo: hahaha Nao quero concorrer com o Uomini nao, mas olha que eu dou uma boa censurada nas coisas que eu falo aqui... Mais detalhes? Prefiro nao comentar... :D

Super possível fazer bate-volta entre Berlim e Hamburgo. As duas cidades distam somente 244km, Hamburgo dá para conhecer bem em 1 dia, e existem várias promocoes de transportes baratos entre as duas cidades (tanto pela Deutsche Bahn, como pela Mitfahrgelengenheit que eu já falei aqui no blog e até mesmo uma linha de onibus que em alguns horários sai somente por 9€ por trecho).

Dica: Se voce for guerreiro e aguentar emendar turismo+night/balada, chega num sabado de manha, conhece a cidade inteira, de noite vai para a Reeperbahn (onde dá para se divertir em vários clubes legais que NAO cobram entrada - esse é o legal da Reeperbahn) e assim que amanhecer emenda o Fischmarkt (um mercado de peixes no domingo de manha, tradicionalissimo daqui de Hamburgo, e IMPERDÍVEL). Voce vai entrar no onibus MORTO, mas com certeza tendo visto o melhor de Hamburgo.

Anônimo disse...

que ótimo, bom saber!
fiz um bate-volta para Potsdam quando estive em Berlin em 2008 e foi super tranquilo.
quando as baladas, estou na maior expectativa de ir na balada que o Thiago Magalhães comentou em seu blog, BERGHAIN...
vou programar este bate-e-volta para HAMBURGO, pena q vc estará nas areias escaldantes do Rio quando eu estiver por lá...
abs,
Alex Bez

Fernando disse...

@Daniel: To escrevendo um post que poderá ser MUITO útil para voce. :D Aguarde...

Anônimo disse...

Perro, vc nao comentou: saiu com o cara que foi diretão ou nem??????????? ahahahaha
Se bem te conheço, depois do "como assim?" vc mandou um: "demorou!" ahahahahahaha
Bjos!!! Te mandei email, viu?!

Bob disse...

Tá demais hein!

Fernando disse...

@Biscate Anonima: Bem... Foi: Sim, Sim, Nao, Nao. :D

E to respondendo ao teu email!

Fernando disse...

@Bob: Saudades de segunda-feira de manha "Conheci um cara MARAVILHOSO na Galeria na sexta!". :D

Fernando disse...

@Bob: Saudades de segunda-feira de manha "Conheci um cara MARAVILHOSO na Galeria na sexta!". :D